atlas-copco-fabricas-inteligentes-torqueamento

O mercado de bolting engloba diversas soluções de torqueamento e tensionamento de parafusos, uma atividade aparentemente simples que pode se tornar fator crítico de sucesso para vários segmentos. Afinal, a utilização das ferramentas corretas proporciona eficiência operacional, excelência do produto final, redução de custos e de perdas — logo, é o melhor caminho para a competitividade.

Nesse sentido, é muito importante que os gestores de processos industriais compreendam o conceito de bolting além da engenharia propriamente dita. Qualquer solução operacional, no atual cenário global, precisa estar alinhada à estratégia de negócio. Vamos compreender melhor porque essa visão dita as tendências de gestão dos próximos anos.

O MERCADO DE BOLTING NO BRASIL E NO MUNDO

Em continentes como a Europa e a América do Norte, o mercado de bolting está estabelecido e consolidado há muitos anos, alavancado pela exigência de qualidade nos segmentos em que está presente. Já no Brasil, o cenário é bem diferente.

Aqui, a adesão a ferramentas inteligentes de bolting é recente e começou pela indústria pesada – como a de óleo & gás e a de geração de energia. Diante do cenário internacional, algumas empresas desses setores passaram a difundir uma cultura de apertar parafusos com torque e tensionamento precisos, comprovando a importância de equipamentos confiáveis e devidamente calibrados.

No entanto, acredite: não são poucas as empresas que ainda utilizam apenas a força humana aplicada sobre barras, chaves de impacto e marretas para apertar parafusos. Esses métodos não possuem controle nenhum no torque ou na força de união aplicada. Com isso, corre-se o risco de haver problemas graves em aplicações consideradas extremamente críticas.

DESAFIOS E OPORTUNIDADES

O mercado de bolting, assim como outros atreladas aos preços finais das commodities no mundo, passou por um período de baixa nas vendas. Nos últimos quatro anos, os preços das commodities dos segmentos de óleo & gás e de aço, por exemplo, despencaram globalmente, em função do aumento de produção e da queda do consumo.

Sem dúvida, um bom caminho para vencer momentos de crise é focar na melhoria da competitividade, por meio da redução de custos, aumento de produtividade e excelência da oferta ao mercado. Por conta disso, o mercado de bolting segue com grande potencial, já que as empresas precisam – mais do que nunca – buscar por essas soluções.

“A ocasião é oportuna para mudar a direção dos investimentos. Em vez de se investir em aumento da capacidade de produção, o momento é de aplicar os recursos em produtos e soluções que gerem aumento da eficiência e da produtividade. Em outras palavras, precisamos fazer mais com menos”, afirma Leandro Escudeiro, Diretor de negócios da Atlas Copco Brasil.

Vale lembrar que há uma ampla oferta de ferramentas e soluções disponíveis no Brasil para diversos segmentos.

RISCOS DO TORQUEAMENTO E DO TENSIONAMENTO INADEQUADOS

Para a indústria, o descuido com procedimentos de torqueamento e tensionamento implica uma série de riscos, como vazamentos em plataformas de petróleo, avarias em equipamentos pesados, acidentes de trabalho (inclusive fatais), falta de ergonomia e agressões à saúde do operador.

Todos esses fatores inevitavelmente trazem prejuízos, como perda de produtividade, custos adicionais com retrabalho, recalls, afastamento dos profissionais, entre outros. Fica, então, o alerta para as vantagens de se investir nas ferramentas corretas de bolting, transformando prejuízos em ganhos potenciais.

NULL

Este artigo foi útil para você?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *