/ Aperto de parafusos: como garantir alta velocidade e baixa reação?
atlas-copco-fabricas-inteligentes-aperto-de-parafusos

Todas as revoluções industriais da história foram marcadas por movimentos de melhoria contínua, sempre em busca de um objetivo comum: a produtividade. Nesse sentido, o impacto dos processos de aperto de parafusos em uma linha de montagem é bastante alto. O desafio do mercado tem sido desenvolver ferramentas capazes de entregar mais produtividade e ergonomia, garantindo também a segurança do operador.

Já imaginou, por exemplo, realizar um aperto de 120 Nm sem a necessidade de um dispositivo de reação? E ainda aumentar a velocidade e atingir o torque-alvo da sua aplicação sem maiores problemas? Sim, tudo isso já é possível por meio de tecnologias inovadoras. Vamos conhecê-las.

A CIÊNCIA DO TORQUE:
CONHEÇA O FENÔMENO DE OVERSHOOT

Imagine que exista um objeto se movimentando em alta velocidade. Você precisa saber o momento exato de interromper a força de impulso para que ele pare em um determinado ponto. Não parece tão simples assim acertar, correto?

Agora, vamos dificultar um pouco mais e incluir outra variável a essa equação: o baixo atrito com a superfície. Quantas tentativas seriam necessárias para que você conseguisse fazer o objeto parar no local desejado?

Traduzindo essa situação em um aperto de parafusos: o que acontece se você realizar o parafusamento em alta velocidade em uma junta? Será alta a possibilidade de não conseguir parar a ferramenta no tempo certo e ultrapassar o torque-alvo. Este fenômeno é chamado “overshoot” e ocorre normalmente quando se realiza um aperto em alta velocidade.

atlas-copco-fabricas-inteligentes-aperto-de-parafusos

Em uma linha de montagem com parafusadeiras de altos torques, é comum que o impacto da reação de torque seja absorvido por dispositivos mecânicos, evitando a exposição do operador a altos níveis de reação

Devido a esta limitação física, não era possível diminuir o tempo de parafusamento dos processos e trazer uma menor reação de torque sem que as juntas sofressem o fenômeno de “overshoot”. Mas agora com o TurboTight®, tecnologia desenvolvida pela Atlas Copco, é possível realizar apertos com níveis de torques maiores sem colocar em risco a segurança do operador e garantindo a qualidade do processo de aperto.

O QUE É O TURBOTIGHT® E COMO ELE FUNCIONA?

O TurboTight® é uma tecnologia presente nas novas ferramentas STR e SRB, gerenciada pelo controlador Power Focus 6000. Ele calcula o esforço necessário para atingir um torque e regula a velocidade de aperto a fim de proporcionar a energia exata para a finalização do processo de parafusamento. A inteligência da solução permite realizar a leitura dinâmica da junta durante o aperto e efetuar o desligamento da máquina no momento exato para que o restante do aperto seja realizado por sua inércia.

Força de reação com e sem TurboTight®

É possível reduzir em até 3 segundos o tempo de parafusamento de um processo utilizando o TurboTight®.  Mas os ganhos não são apenas em produtividade: essa solução está totalmente fundamentada no pilar da ergonomia, já que possibilita a realização de apertos em torques elevados sem a necessidade de dispositivos de reação.

Estudos realizados durante o desenvolvimento dessa tecnologia identificaram os limites para a realização de um aperto livre de reação. O intervalo de tempo entre o encosto do parafuso na junta até sua chegada ao torque-alvo não deve ultrapassar 40 milissegundos, uma fração de tempo imperceptível ao olhar humano.

Dessa forma, toda a energia é absorvida pelo equipamento, impedindo sua dissipação para o meio externo. Testes práticos já realizados mostraram uma eficiência notável do TurboTight ® em aplicações com torques de 120Nm, proporcionando ao operador uma reação livre de lesões.

QUER UTILIZAR FERRAMENTAS COM TURBOTIGHT ®
PARA AGILIZAR OS PROCESSOS DE APERTO DE PARAFUSOS
COM SEGURANÇA? TIRE TODAS AS SUAS DÚVIDAS
COM NOSSOS ESPECIALISTAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *